encontram-me aqui

flickr
tanya.ruivo@gmail.com

25.6.09

holanda e mais histórias

sair da bélgica e entrar na holanda foi a somar quilómetros! 112 kms! já há muito tempo que não pedalávamos tanto! mas o que são 112kms nesses dois países? sabe bem andar de bicicleta aqui, onde tudo é plano e as estradas estão bem, mas mesmo bem preparadas para as bicicletas e todos nos respeitam! quem tem bicicleta é rei! mas também é preciso ter atenção, pois eu sou um perigo na estrada!... fico distraída e nem vejo quem está à minha frente... se não é o rafael a avisar-me que vem alguém de frente... já me livrou de muito tombos! quase que ia pondo um homem no chão... ultrapassei-o à doida e não me lembrei que tinha o atrelado... fiquei à rasca e prometi a mim mesma ter mais cuidado... chegamos a roterdão e cheguei muito cansada. o pior é que a rapariga, maja, é uma rapariga cheia de energia e é complicado para mim manter o sorriso e ser simpática... não é por mal... mas há dias em que me sabia bem não estar com ninguém, não falar da viagem com ninguém, nem ter de ser simpática... apenas queria chegar a um sítio, tomar um banho e fechar os olhos, deitada num sofá... outro problema é o meu inglês... ainda não está famoso e torna-se difícil meter conversa... mas a maja não tem culpa do meu estado de espírito, nem do meu mau inglês! ela foi impecável connosco, até nos ofereceu o seu quarto e ficou 3 noites a dormir na sala... aconteceram várias coisas em roterdão... antes de fazer a viagem, decidi colocar o implante contraceptivo, assim não andaria carregada com pílulas. li muita coisa má sobre o implante, até escrevi num post sobre a minha indecisão, se devia ou não colocá-lo, e só quando o coloquei é que me escreveram a falar muito mal... devia ter esperado mais tempo para as pessoas terem tempo de o ler e de responder... mas não... como tinha essa ideia na cabeça, não descansei até o colocar. o que é certo é que o acne não me atacou (ainda), não me nasceram pêlos a mais na cara (ainda) mas o que é verdade, é que estou toda desregulada... depois de ter falado com a mãe do rafael e contar que há 2 meses que não me vinha o período, ela achou melhor aconselhar-me a fazer um teste de gravidez... era impossível estar grávida, nem estava a pensar nisso, devia ser por causa do exercício que estava tão atrasada... mas depois daquela conversa, assustei-me... ai... que sensação horrível que tinha... dei por mim na casa de banho, em frente ao espelho a olhar para as minhas mamas, o que é certo, é que continuam a não saltar à vista, por isso tinha a certeza que não havia menino nem menina cá dentro! mas nada melhor que comprar um teste... visitamos rodertão com um teste de gravidez no saco, e só via grávidas e bebés ao colo... foi difícil tirar a ideia da cabeça e usufruir daquilo que a cidade nos dava: um autêntico laboratório de arquitectura! mas voltando ao teste... chegamos a casa e ganhei coragem. fechei-me na casa de banho... e assim ofereci a primeira prenda ao rafael! negativo! não há bebé! podemos continuar a pedalar levesinhos! raparigas que queiram pôr o implante: podemos ficar 1 ano sem a menstruação! mas depois quando ela decidir aparecer, pode durar um mês... mas não fiquem assustadas! como disse, foi a primeira prenda do rafael, pois foi no dia 23 de junho, dia do seu aniversário! é difícil em viagem, conseguir fazer surpresas, mas tentei, sem conseguir disfarçar muito bem... compramos um gelado, e claro que ele estranhou quando fiz questão em ser eu a comprar o gelado (que substitui-o o bolo de aniversário). com o bolo, comprei velas e uns reboçados. à medida que os vamos comendo, menos peso carregamos! no fim do jantar, quando o rafael pediu gelado, foi preciso dizer "vai para o quarto..." como podia pôr as velas no gelado? ele tinha de sair da cozinha... é por isso que digo que é difícil fazer surpresas quando se viaja e quando estamos 24 horas com a pessoa... mas penso que consegui dar-lhe os parabéns de uma forma diferente, pois além da originalidade do bolo, a maja - que é de origem croata, cantou-lhe os parabéns em croata!

roterdão! cidade que foi toda destruída num só dia! é impressionante os arranha-céus que foram construídos, os apartamentos, os prédios... rodamos o corpo a 360 graus e recebemos um espectáculo arquitectónico! não podemos procurar a parte velha, como há em todas as grandes cidades! não há parte velha! roderdão é uma nova cidade e passear pelo seu centro, é passaer num grande centro comercial! reservamos um dia para pegar nas bicicletas e conhecer kinderjick, onde estão os 19 famosos moinhos, construídos em 1740 e que são património mundial. não sabia é que esses moinhos são habitados por "chulos"... ai que "chulos"!!!

almoçamos com vista para a natureza sentindo o sol quente no corpo! só apetecia ficar ali, sem fazer nada, apenas olhar à nossa volta! vale a pena ir até kinderjick, e maravilharmo-nos com toda a beleza que ela nos proporciona! de volta a casa, ainda paramos num café, e já não conseguimos pedir um pequeno café (o café normal em portugal) já pedimos o café que é servido nas chávenas da meia de leite. há um tempo atrás detestava mas agora... sabe tão bem e sempre acompanhado com a bolachinha e as natas!... mais à frente descobrimos o paraíso! um lago enorme onde crianças se banhavam de forma a nos sentirmos invejosos... fomos obrigados a deitar as bicicletas na relva e tirar a roupa em dois tempos. entrar na água é que demorou alguns minutos para mim... quente é que a água não estava! mas soube tão bem esse momento no meio da criançada...! voltamos para roterdão e dormimos como anjinhos!

Um comentário:

moi chéri disse...

caramba! vi o facebook... pensei que vinha um bebé a caminhO!!!! ah ah ah ah ah espero que esteja tudo tão bem como parece, um beijo e parabéns ao rafa!

hum... que bom

pedaços de mim