encontram-me aqui

flickr
tanya.ruivo@gmail.com

14.4.09

13 de abril - fazer das tripas coração

a rotina da manhã: acordar, vestir, arrumar! prontos para partir! destino: palaçoulo. pequena paragem na sala onde estão os aparelhos da musculação e dar uns quantos murros no saco de boxe, dizendo “vão ser 65 kms, hoje… vamos conseguir, vamos conseguir!” respirar fundo e estava mesmo pronta e mentalizada que seriam 65 km! é o que o rafael diz, foi o que o Rafael viu na net, a tanya acredita no Rafael!
“eu vou, eu vou eu vou para palaçoulo eu vou”. comprar pão, parar no mini preço e comprar mais umas quantas coisas para fazer peso nas bicicletas, e devagar abalamos de vila nova de foz côa. mas antes da verdadeira despedida, paramos numa pequena capela para tomar o pequeno almoço que ainda não tínhamos tomado: leite achocolatado e pão com queijo. o início do caminho foi a descer e o frio era muito… foram 10 km de boa vida! as primeiras subidas… nem me quero lembrar! sinto-me cansada, as pernas pesadas e foi muito difícil… só pensava que tinha de comer beterraba pois dizem que faz bem às mulheres, depois lembrei-me da minha mãe “come bananas, tem muito ferro e magnésio!” lá foi o rafael comprar bananas! não consegui admirar a paisagens, só via alcatrão e pensava que não ia conseguir aguentar até ao destino… sentia-me mesmo pesada. não conseguia apanhar-lhe o ritmo e ele lá me ia ajudando a empurrar a bicicleta nas maiores subidas… não sei se foi da banana mas o meu corpo já se estava a recompor, lá ia pedalando mas sem nunca apreciar a paisagem, embora conseguisse ver que as montanhas eram mais pequenas! estamos a aproximar-nos de espanha! ia morrendo quando vimos uma placa que dizia “miranda 96km” isso significava que para chegar ao nosso destino tínhamos de pedalar 76 km e já tínhamos 20 kms no corpo… só podia ser engano. queria acreditar que era engano. paramos para comprar pão, sem sucesso, não havia pão para venda ao público. pedi se era possível ir à casa de banho, também sem sucesso, foi-me negado o pedido… tive de pedalar de bexiga cheia sem existir um cantinho para me aliviar. lá conseguimos comprar pão. uma senhora já de idade, pequenina, abriu-nos a porta e ainda me acompanhou até à casa de banho! santa senhora. o pão estava quentinho e cheirava tão bem! queríamos fazer pelo menos mais 15kms da parte da manhã, para pedalarmos menos depois. não custou tanto, as subidas não eram tão íngremes e depressa chegamos ao sítio do piquenique! o almoço foi um pouco diferente, além do pão com queijo, tínhamos salsichas vegetarianas também para pôr no pão! Delícia! De volta às bicicletas! Continuar a pedalar e finalmente vejo 65 km no conta-quilómetros mas não posso ficar contente com o finalmente… ainda tínhamos muito que pedalar! não estava a acreditar no que estava a acontecer! estávamos muito longe do destino e começou a chover… mas não foi grande a molha! depressa parou. não aguentava mais! já estávamos com 75 km e perguntamos se estávamos no caminho certo, a resposta foi positiva mas não me agradou saber que ainda faltavam 25kms… numa das subidas tive de parar, o que deixou o rafael chateado pois ele estava num bom ritmo, eu já não aguentava e vê-lo chateado por eu não conseguir seguir ao ritmo dele deixou-me bastante em baixo… pela primeira vez na viagem, em poucos dias, tive vontade de chorar, mas não podia perder energias com isso e tentei resistir! fiz das tripas coração e pedalei o mais que pude! quando via uma subida pedalava o máximo até chegar a ela e tentava não ir abaixo. lá consegui… lá consegui fazer 109 kms num dia… foi difícil mas já passou! mas sinto o corpo cansado! lá chegamos ao destino e fomos tão bem recebidos por um casal amigo do pai do Rafael. chegamos à casa e tínhamos sopa à nossa espera! hum! banho quente e noite agradável na conversa e com tanta comida à nossa frente! mais um dia conseguido! agora, preparo-me para dormir, o meu corpo pede descanso!

3 comentários:

H disse...

Acompanho com muito interesse o vosso relato! E de tempos a tempos quero fazer links para aqui!
Boa viagem e coragem.. nessa vossa aventura/maluqueira!

Sofia disse...

Coragem! Vais ter força para fazer todo o caminho! :)

familia Palma disse...

gostamos muito...

do ponto de vista de uma mulher é sempre outra coisa...

boa viagem...

hum... que bom

pedaços de mim