encontram-me aqui

flickr
tanya.ruivo@gmail.com

22.11.09

grécia! estivemos lá!

pois é... tinha pensado em desistir de escrever. informações sobre a viagem estão em muitos lados e por vezes perco mesmo a vontade de escrever para o blog. ou visitamos as cidades ou ficamos em frente ao pc... escrever para o jornal por vezes chateia, então escrever para o blog dizendo as mesmas coisas... ai ai ai! mas recebi um mail de uma grande amiga que me fez pensar duas vezes! pois é patrícia pinheiro, desejo-te uma boa leitura e já podes ouvir a minha voz neste texto! vai à geleira buscar um iogurte e senta-te confortavelmente no sofá. excelente? cá vai!
entramos na grécia com muita facilidade mas já lá dentro, percebemos a expressão "isto para mim é grego". além de não percebermos as placas,
também não percebíamos o porquê de tantos furos.



sim, estava de trombas... tínhamos acabado de descer uma montanha! ui, como soube bem! vinha na frente. olhava para trás e nenhum sinal do rafael. "deve estar a tirar fotos" pensei. no fim da descida, decidi esperar e quando ele chegou, diz-me "nem sabes o que perdeste! os 9000 kms! tive de tirar as fotos sozinho" continuo a viagem sozinha e enterro um corpo? virei costas e continuei a pedalar até parar numas bombas de gasolina onde mantive esta minha cara sexy. quando quis ver as fotografias é que me confessou que era mentira...
cá está a foto dos 9000kms ou melhor... dos 9004kms, pois andavamos às voltas à procura de comida e chateados por não encontrar nada e perdemos a conta certa...

agora basta veres o número que cuidadosamente coloquei no canto superior direito e ler a sua legenda, simples não é?


1 - sou eu e o ginn. tivemos direito a dormir no quarto dos seus pais. para isso, o pai teve de dormir na sala e a mãe no quarto com a filha. sentimo-nos mal por isso mas ele insistiu dizendo que precisavamos de estar confortáveis para podermos continuar a viagem! a nossa primeira noite em komotini foi passada num bar a beber copos e no final ele não nos deixou pagar, pagando ele uma nota preta! o café da foto, é no dia seguinte. um pequeno café simpático, daqueles onde nos sentimos bem!

2 - cá estamos nós na fotografia da praxe! tenho a dizer que deixei duas cuecas esquecidas a secar na varanda (ficando apenas com umas) e as calças interiores que são bem quentinhas... problema resolvido! quando chegamos a trikala, recuperei a minha roupinha, pois ele enviou tudo pelo autocarro. bom moço!

3 - sim, é o rafael! voltei a pegar na tesoura e fazer uma obra de arte na sua cabeça. o bigode, não tem a minha assinatura...

4 - xanthi! como gostei de lá estar!!! quem está ao meu lado é a irini, professora, que vive com o yorgos, o seu namorado, também ele professor. tivemos um belíssimo almoço junto ao rio, com galinhas soltas e cães a olhar para a nossa comida. pensavamos que íamos passar fome, pois a especialidade era peixe... mas o senhor preparou comida vegetariana e fomos incapazes de comer tudo... bem gostava de ter uma barriga maior, porque estava tudo excelente!

5 - cá está o pézinho molhado! a água estava gelada! a meio do rio, as dores eram insuportáveis! mas o rio tinha de ser atravessado! prova superada!

6 - a irini e o yorgos são professores numas escolas nas montanhas onde vivem os pomacos - muçulmanos de origem búlgara mas, quando a fronteira foi fechada, ficaram mais ligados à turquia. em casa falam o dialecto deles e na escola aprendem o grego e o turco, o que faz com que não dominem a 100% uma língua. como eu, que já perdi muito do meu francês e o meu português é o que é... esta minoria vive bastante afastada da sociedade mas o yorgos tenta o mais possível fazer actividades com eles, deixando para trás a barreira de professor/aluno. duas vezes por semana, à noite, com outros professores, deslocam-se a uma aldeia para jogar futebol com os rapazes e, com as raparigas, fazem outras actividades. na fotografia, é dia de festa, numa das aldeias. a festa consiste em almoçar! mulheres de um lado e homens do outro, sentam-se no chão e esperam que o tacho chegue! arroz com carne e pão para a tanya e o rafael! viva o pão seco!

7 - estas miúdas eram mesmo muito queridas. depois do almoço, fomos todos para a casa de uma delas. chocolates e cafés para todos! pediram para eu ler o destino de duas delas numa chávena de café. espalham a borra e deixa-na secar, criando assim umas formas lá dentro. claro que não sei ler, mas claro que não ia negar o pedido! tentei ver algumas imagens abstratas e criar uma história por cima. claro que a irini me dizia a primeira letra do nome do rapazes que elas gostavam e assim que dizia a letra, elas batiam palmas, acreditando mesmo que estava a ler na chávena. uma rapariga até comentou que estava a ficar nervosa pois lhe disse que nessa noite lhe iria acontecer algo de muito bom! foi bom ver a inocência dela e no fim receber um abraço! despedimo-nos e saimos com um pacote de café turco, como oferta!

8 - mais um dia para não esquecer! o yorgos também se voluntariou para dar esplicações a outra minoria: os chamados ciganos. mais um grupo afastado da sociedade... enquanto ele dava as explicações, nós fomos dar um passeio onde nenhum turista se passeia. passados 5 minutos, já estávamos rodeados de crianças! se tivesse mais mãos, mais crianças tinha à minha volta! fomos levados por elas até um casamento na rua! qual filme kusturica!!! no fim da aula do yorgos, voltamos para o casamento e descobrimos que mais dois estavam a decorrer! música alta, mulheres a dançar, notas coladas nas testas e tiros para o ar! lindo!

9 - última noite e já sentiamos saudades! brindamos com vinho do porto e depois veio a raquia. jantamos e dançamos! tipo andanças mas sem pagar! sim, sentimos saudades desse casal que nos proporsionou os melhores dias desta viagem!

10 - ora da partida... tinha de ser. éramos para ficar apenas uma noite e esta transformou-se em 4 e com vontade de ficar mais. estávamos na cama, quando sentimos que eles estavam a sair de casa sem se despedirem... chamamos e eles só diziam: "durmam durmam, depois falamos..." estavam a tentar fazer com que ficassemos mais um dia mas não podia ser. a despedida foi rápida para não haver lágrimas. sim, foi difícil sair de lá e até pensamos em alugar uma casa durante um ou dois meses para podermos trabalhar com uma das suas turma e com as ciganinhas que tanto gostei! voltaremos sem dúvida! e cá está a sombra a cadela linda, com a qual tiramos a foto da praxe!



11 - chegamos a kavala e nada vimos da cidade. íamos ficar apenas uma noite por isso preferimos ficar em casa a descansar e a comer, pois claro! a rapariga da fotografia, é a karaline.

12 - saimos de kavala em direcção a thessaloniki mas eram muitos quilómetros... no caminho, encontramos este senhor, que não me recordo o nome... convidou-nos para um café, antes de retomarmos caminho. posso dizer que por dois cafés (tipo balde) e um frapé, ele pagou 9€!!!

13 - foi o melhor sítio que encontramos para acampar! lindo não?

14 - as duas raparigas da frente foram as nossas anfitriãs. a da frente, a mary era demais! e a última é a sophie, uma rapariga que esteve 1 ano em erasmus em portugal. passamos duas noites divertidas com ela! só me ria! rapariga simples, sem manias. adorei conhecê-la! ela falava um pouco "axim"... estava eu a falar em português com o rafael quando ela interrompe "yes in portuguese is xim?" - "no, is sim" - "xim?" - "sim!" ainda bem que não teimamos mais, senti-me um pouco mal em estar a corriji-la... mas agora só nos rimos com isso.

15 e 16 - pela primeira ver fumamos "chicha" com sabor a frutas vermelhas. agora quero ter uma coisa dessas em casa!

17 - foi o último jantar em casa com a mary. comemos tanto tanto, que no fim ela estava deitada no chão sem conseguir mexer-se... no dia seguinte entramos no seu quarto com um crepe de chocolate e uma vela em cima. penso que acordou bem disposta!

18 - isto é uma casa de banho em véria. estavamos a passear pelas suas ruas e qual foi o nosso espanto quando olhamos para o lado. mas qual obra de arte!!!

19 - não dá para perceber mas a foto mostra o interior de um escritório e esse pequeno cachorro, é o cão de guarda! barulho ele fazia e deitava coisas ao chão!

20 - foto da praxe com o patrick. professor de música e vegetariano. mais uma vez era só para ser uma noite mas... ficamos três. a cidade era acolhedora, ele era interessante e a chuva não convidava a sairmos de casa. aproveitamos para comprar um casaco quentinho! sabiamos que quando saíssemos de lá, teriamos o pior caminho da nossa viagem. tinha chegado a altura das montanhas... das grandes!!!

21 - sim, custou muito... tinha partes que parecia que estavamos a subir a pique!... iiiih que exagero o meu mas foi duro sim! mas lindo! grécia foi onde tivemos as mais lindas paisagens! porquê que as paisagens mais bonitas são sempre nas montanhas?

22 - não chegava o grau de dificuldade em subir as montanhas como tinha de ser o dia mais frio da viagem! descer com o frio não dá grande prazer. no topo, passamos por neve que cobria as folhas secas. lindo!

23 - kozani. paramos em frente a uma casa e chamamos o senhor que estava entretido a aspirar o carro. pedimos ajuda para encontrar um sítio seguro para acampar. como podem ver pela fotografia, mais seguros não podíamos estar! mesmo em frente à igreja e para não chamarmos muito a atenção... montamos a tenda nessa espécie de coreto! não foi boa ideia. eram oito da noite e estávamos sentados à porta da igreja, ao frio, a fazer o sudoku, quando aparece o senhor a convidar-nos para comer uma pizza! fomos atrás dele e levou-nos para um restaurante quentinho e deixou-nos sozinhos. veio a pizza e duas coca-colas e tudo por conta do senhor! há pessoas tão boas neste mundo fora!!! a noite é que não foi muito bem passada, já que acordamos às 5 da manhã para aquecer água e coloca-la numa garrafa de plástico para dormirmos agarradinhos a ela! foi a noite mais fria que passamos. escolher chão de pedra para dormir, não é boa ideia!
no dia seguinte tentamos pedir ajuda aos bombeiros, para ver se dava para dormir no quartel... nada feito, tivemos de dormir ao ar livre ao lado de uma discoteca. descobrimos a meio da noite que esta se encontrava em funcionamento e com música muito pirosa!!! mas dormimos bem mais quentinhos!

não temos fotos de trikala... não neste pc. sim, porque tivemos de comprar um novo portátil já que o nosso caiu ao chão e nunca mais trabalhou... já o enviamos para portugal para ver se conseguimos salvar as fotos que ficaram lá dentro... o caminho para trikala foi do melhor! linda paisagem, poucas subidas, parar para tirar uvas das vinhas, parar numa pequena aldeia e beber um café num pequeno café. nesse dia estávamos doidos... estávamos com uma média de 20.1 kms/h! quando nos aprecebemos disso, decidimos abrandar e passar para os 19kms/h. quem estava à nossa espera era o diogo batata, de ovar, o diogo martinez do porto e o luís castro, também ele do porto. e todos eles estudantes em erasmos. mas que férias! 8 dias sem fazer nada! as manhãs eram passadas a dormir, as tardes em frente ao pc e uns minutinhos na rua e as noites eram passadas à conversa e a rir com vídeos dos apanhados portugueses e terminávamos a noite vendo filmes, enrolados no cobertor. sentimo-nos como estudades sem ir às aulas! na sexta fomos para a noite! eu com umas calças de ganga do diogo batata! obrigada diogo e desculpa qualquer coisinha! pois, pormenores da noite não vou escrever pois nunca mais saia daqui! "la bière is mine!" fica a frase da noite! passados esses 8 dias decidimos partir e enfrentar o resto das montanhas!

~

24 - este senhores foram os nossos super heróis dessa noite! estávamos a montar mais uma vez a tenda, quando apareceu uma senhora, a da fotografia. perguntamos se era seguro acampar ali e ela respondeu positivamente. não sei se era seguro ou não, só sei que passado 10 minutos, já tinhamos a tenta montada, quando pára (andamos quase a tareia por causa so pára... tem ou não tem acento?) uma carrinho, comprimenta-nos e passado 2 minutos o senhor, com a senhora apareceram. misturando grego com italiano, convidaram-nos para passarmos a noite em sua casa! que luxo!!! horas atrás, andávamos a ver hóteis mas desistimos da ideia quando nos pediram 50 euros por um quarto... em casa dos senhores, tivemos direito a um quarto só para nós com um colchão super confortável e com aquecimento, uma casa de banho com direito a banho e toalha! e para terminar fomos convidados a jantar! no fim do banho subimos para a cozinha e... uma mesa cheia só para nós!!! mas que delicia!!!

25 - 1690 metros!!! mas que alegria chagar lá a cima! foi o mais alto que subimos! mas por incrível que pareça, não custou tanto como foi para sair de véria. chegar ao topo foi vencer mais uma barreira e como nos sentimos fortes depois! só da vontade de soltar gritos de abrir os braços para o ar e admirar toda aquela beleza que a mãe natureza nos dá! outra boa sensação e tirar a roupa toda e corrermos nus na montanha!!! ui que frio e ui que bom! claro que não passou ninguém! com a auto-estrada feita, já ninguém atravessa katara, a estrada da má benção, como lhe chamam... a partir daquele momento era sempre a descer... pensávamos nós...

26 - ioannina! foi difícil chegar lá pois depois de katara voltamos a encontrar outras montanhas... tivemos de pedalar de noite e as nossas luzes não iluminam nada!!! tinha de me guiar pela linha branca! chegamos de noite e não tinhamos sítio para dormir... ficamos num quarto de hotel, o mais barato... para pagar pouco, tivemos de ficar num quarto single e dormir apertadinhos, ui como gosto! a noite terminou com o tombo do portátil...

27 - novo dia e só tinhamos casa a partir das 22:30... continuávamos em ioannina e foi uma seca de dia. já de noite, uns polícias vieram ter connosco a pedir para mudarmos de sítio pois dali a alguns minutos, iria acontecer um protesto e podia ser perigoso estar ali. mudamos de sítio e fomos ver o desfile para outras bandas! eram alunos a protestar contra a polícia. há muito anos atrás uns alunos fecharam-se numa universidade (não me perguntem porquê) e não sei porquê a polícia mandou meter abaixo a universidade com todos lá dentro. penso que seja mais ou menos assim a história.

28 - a caminho de igoumenitsa com belas paisagens! perdemos o nosso anfitrião e assim decidimos apanhar o barco nesse mesmo dia! mais uma vez pedalamos de noite e lá está, sem luz... o barco partia as 22:30 o que significa que tivemos um montão de tempo à espera...



29 e 30 - cá estão as bicicletas juntinhas no ferry para uma viagem de 15 horas! e cá estamos nós a dormir como anjinhos para acordarmos no meio do adriático mas antes de dormir, ainda fomos tomar um banho, sim, porque há chuveiros nas casas de banho!

pronto, foi assim que passamos quase um mês na grécia, país que voltaremos!
contente patrícia? está excelente? ouviste a minha voz? prometo escrever sobre a itália, já que já que nos encontramos em frança!

a todos, um bem haja!

2 comentários:

fátima disse...

Não sei o que a Patricia acha, mas eu acho que está excelente.
Obrigada pela viagem. Beijocas grandes

Patrícia Pinheiro disse...

Sim!!!! muito contente!! E ouvi com sotaque e tudo, tipo "bebEm mais!" eheheh Já para não dizer que não é qualquer um que tem direito a um post dedicado..!!:p Ontem já tinha o pc desligado, mas hoje passei metade de uma aula a ler! Responder é que teve que ser agora, pq escrever dá mais nas vistas :p E tal como a Fátima disse, obrigada pela viagem! Fico então a aquecer as pernas para pedalar por Itália!! P.S: ontem cantei-te um 'uno más esta noche' :) beijos enooormes muuah**

hum... que bom

pedaços de mim