encontram-me aqui

flickr
tanya.ruivo@gmail.com

17.1.09

a próxima serei eu

mais um "até já"... um abraço forte desejando que volte rápido! não ser capaz de dizer nada, simplesmente um "adoro-te"... não consegui dizer que vou sentir a falta dele, que preciso dele aqui, preciso das nossas conversas, preciso do apoio dele. queria ter-lhe agradecido cada palavra de apoio que foram ditas. dizer-lhe que é grande, que é verdadeiro!
mais um que se despede de beja... a próxima sou eu... não sou de me prender aos sítios, e faço força para que isso não aconteça, mas beja encanta, e não sei explicar porquê... as pessoas, os sítio... o dessassosego... que saudade que vou ter do dessassosego!... e de todas as caras, todos os sorrisos, que se encontram lá! vou deixando a minha marca, deixando os meus famosos pedacinhos de papel rasgado. pequeno vício que me acompanha há muitos anos... não me lembro como comecei, nem sei porque comecei... sei que vou deixado pedacinhos de mim lá. desculpa helder... o teu pesadelo termina em fevereiro, já não os voltas a apanhar... beja encanta... mas sinto falta de outros sítios. preciso de partir também e de me despedir de tudo o que deixo aqui...
partem uns, conhecemos outros, e já sabei que são mais esses que terei de me despedir... a data de partida está marcada e novas pessooas aparecem a alegrar os meus dias... e são pessoas de beja, pessoas que gosto!...
Ricardo, és uma das pessoas que se conhece e que se fica com saudades! ficas como amigo! obrigada pela tua amizade e pelo teu sorriso! Força! não sei usar as palavras... estou com um bloqueio...

Um comentário:

Alem de Mim disse...

Querida, as palavras não são tudo. Às vezes, nos silêncios, encontramos a medida justa daquilo que desconhecemos sentir por não conseguirmos dar-lhe um nome ou, simplesmente, porque não estamos habituados a perceber qual a razão do sorriso que subitamente irrompe no olhar. Guardemos essas incógnitas razões no baú das insolúveis memórias. Fica com esta música. http://www.youtube.com/watch?v=tXZLDqfUwrw

Força, bom trabalho, merda, um abraço, um beijo e uma média (diz ao Hélder que ponha na minha conta).

hum... que bom

pedaços de mim